Dor no peito – O que pode ser?

A primeira coisa que a maioria das pessoas pensam ao sentir uma dor no peito é “será que essa dor é um sinal de infarto?”.

É claro que há casos onde as dores no peito estão sim relacionadas aos problemas cardiovasculares.

Mas também existem outras doenças que podem causar sintomas muito similares.

Continue a leitura e descubra algumas delas.

Gases:

Quando os gases ficam acumulados no organismo, o abdome fica distendido gerando uma compressão nos demais órgãos.

Isso costuma ocorrer após a ingestão de certos alimentos que causam gases.

Refluxo:

Quando a válvula que separa o estômago do esôfago não funciona corretamente, o ácido estomacal acaba voltando para garganta.

Por isso o refluxo causa dor e queimação no centro do peito, podendo se estender também ao pescoço e mandíbula.

Ansiedade:

Ansiedade e estresse são dois fatores que causam grandes desconfortos na região do peito.

Isso devido a tensão muscular e respiração intensa.

Dores Musculares:

Prática de exercícios de alta intensidade, sobrepeso e postura inadequada são algumas causas de inflamações na região toráxica.

O ideal é passar por uma avaliação a fim de identificar a causa dessa dor, mas geralmente repouso, alongamento e medicação resolvem.

Problemas Pulmonares:

Como os pulmões ficam muito próximos do coração, as doenças pulmonares podem acabar causando dor na região.

Asma, bronquite, pneumonia, embolia pulmonar são alguns exemplos.

Hérnia de Hiato:

Na hérnia de hiato, parte do estômago invade a cavidade torácica por meio de uma abertura que liga o esôfago ao estômago.

Da mesma forma do refluxo, o ácido estomacal acaba voltando, causando inflamação, dores, azia, dificuldade de engolir e etc.

Úlceras Gástricas:

As úlceras consistem em lesões no revestimento do estômago.

Além de dor no peito, podem causar também náuseas, vômitos, queimação na garganta e sensação de estômago cheio.

Dissecção de Aorta:

Dissecção aórtica ocorre com o rompimento da camada interna do vaso sanguíneo principal que se ramifica da aorta, resultando numa hemorragia.

Os sintomas são: dor súbita e intensa no peito ou nas costas, que se irradia para o pescoço e adbome.

Podem haver também perda de consciência e falta de ar.

Pericardite:

A pericardite é o inchaço e irritação da membrana que envolve o coração.

Muitas vezes sua causa é desconhecida, mas pode ser desencadeada por infecção viral, doenças autoimunes ou reumatológicas.

A dor causada pela doença pode irradiar para as costas e pescoço.

Síndrome do Coração Partido:

Pois é, um coração partido pode acarretar em sérios problemas.

A síndrome do coração partido, conhecida também como cardiomiopatia do estresse consiste numa disfunção transitória do coração.

Ela ocorre quando há uma liberação excessiva de adrenalina que geralmente é desencadeada por estresse emocional.

Os sintomas são: dores no peito, falta de ar, tonturas, vômitos, perda de apetite, dor na barriga, insônia, raiva, tristeza, depressão entre outros.

Na maioria das vezes esses sintomas desaparecem sem precisar de uma tratamento específico.

Mas só quem pode te dar um diagnóstico, é um médico!

Como sempre, apenas um especialista pode identificar a causa certa das suas dores, bem como indicar os melhores tratamentos.

Portando, não deixe para depois!

Ao sentir dores persistentes sem explicação, procure o atendimento médico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *